Seu imóvel merece ter o melhor tipo de portão automático! Afinal, este tipo de barreira é responsável por garantir acessibilidade, assim como praticidade no dia a dia e a sua segurança e de quem mais circula nesse espaço.

Mas qual é o melhor modelo? Com a existência de diferentes tipos de portões automáticos, esta pode ser uma pergunta complexa. Principalmente porque cada tipo se diferencia em relação ao espaço necessário, dentre outras questões relevantes.

Veja quais são elas e conheça quais são os principais modelos de portões automáticos. Dessa forma, reúna as informações necessárias para fazer uma boa escolha para o seu imóvel!

Qual é o melhor tipo de portão automático? Conheça principais tipos

Primeiramente, é importante conhecer quais são os principais (e melhores) modelos de portões automáticos. Entram na lista os seguintes tipos:

  • Deslizante: com abertura horizontal, é conhecido como “portão de correr”. Ele desliza para a direita e para a esquerda para permitir a passagem de pessoas ou o fechamento;
  • Basculante: portão vertical que sobe para permitir a passagem de pessoas, de modo que fica rente ao teto quando aberto;
  • Pivotante: tem abertura semelhante às portas, de modo que faz um giro na horizontal, em 45°. Pode ter uma folha de abertura ou duas (um motor ou dois, respectivamente).

Para determinar qual é o melhor tipo dentre os modelos de portões automáticos disponíveis, existem algumas questões a serem consideradas. Saiba quais são elas.

1 – Tempo de abertura

Um dos fatores a serem analisados para determinar o melhor tipo de portão automático se refere ao tempo de abertura. Ele impacta tanto na praticidade no dia a dia de quem transita ali quanto na segurança.

Quanto mais rápida a abertura e o fechamento, mais segurança a barreira automatizada pode oferecer para os transeuntes. Por isso, é importante analisar, ao escolher um modelo, o tempo de movimentação de cada um deles.

Além disso, saiba que existem alguns modelos que permitem que o tempo seja diminuído ou aumentado. Por isso, confira essa possibilidade com a empresa responsável pela instalação do portão.

2 – Facilidade de acionamento

A facilidade de acionamento também impacta na escolha de qual é o melhor portão automático. De modo geral, para isso disponibilizam-se controles remotos, embora possam existir outras ferramentas.

Aqui, é interessante saber qual é a distância a que cada modelo disponível permite o acionamento.

3 – Segurança contra ações criminosas

Um dos principais papéis dos portões automáticos se refere à segurança. Afinal, ele é uma barreira que deve impedir a livre circulação de pessoas no ambiente, de modo que permita que apenas pessoas autorizadas adentrem no local.

Ao analisar a segurança dos modelos de portões, procure saber como as travas deles e os motores funcionam e como eles podem ser afetados por ações criminosas. Por exemplo, é comum que criminosos procurem espaços entre o motor e a lateral do portão para invadirem imóveis.

Neste sentido, também busque saber se existem medidas que podem tornar a barreira mais segura.

4 – Espaço necessário para a abertura

Ao definir qual é o melhor tipo de portão automático para o seu imóvel é crucial analisar o espaço exigido pelos modelos para fins de abertura e fechamento. Por exemplo, o portão basculante é o que exige menor área, pois sua movimentação é vertical.

Por outro lado, o portão deslizante requer espaço lateral em relação ao local para o qual se deslocará ao abrir. Ainda, os portões do tipo pivotantes são os que mais requerem espaço, pois sua abertura é horizontal e em 45°, de modo que suas folhas “varrem” o terreno.

5 – Necessidade de manutenção

Todos os portões automáticos necessitam de manutenção periódica. Ela garante maior durabilidade para a barreira, em si, e para o motor dela. Igualmente, é capaz de identificar problemas de maneira precoce, o que aumenta as chances de conserto.

Embora cada tipo de portão automático requeira manutenção, existem aqueles em que ela deve ser mais frequente do que em outros. Por exemplo, em portões completamente expostos às intempéries.

Ou, ainda, naqueles presentes em grandes condomínios e que têm acionamento frequente. Além disso, saiba que o modelo deslizante tende a requerer mais manutenções do que os demais modelos, o que decorre do seu encaixe e do peso.

Gostou do Assunto? Compartilhe com seus amigos!